Construções ficaram submersas após cheia do rio Tocantins — Foto: Divulgação

Ilhas ficaram submersas após o nível do rio Tocantins subir quatro metros na região de Peixe, no sul do estado. Ranchos que ficam nas margens também ficaram debaixo de água. A cheia é reflexo das chuvas registradas nos últimos dias na região. Em Gurupi, um córrego transbordou no centro da cidade e muitos peixes puderam ser vistos em uma avenida da cidade.

A cheia do córrego Pouso do Meio atrapalhou muita gente que precisou sair de casa neste sábado (18) em Gurupi. As manilhas não suportaram o volume e a água passou a correr por cima pista, que é a principal ligação do centro da cidade com cinco bairros da cidade.

“Os vizinhos ficaram com o quintal alagado. Eu moro no setor Aeroporto e toda vez que chove aqui alaga desse jeito”, comentou o entregado Romário Pereira.

As chuvas causaram ainda mais transtorno na região de Peixe. São cerca de 60 ilhas que ficam no rio Tocantins e muitas delas ficaram submersas. A Defesa Civil emitiu um alerta para os ribeirinhos que ocupam as áreas.

Conforme a Defesa Civil, os reservatórios das usinas hidrelétricas de peixe e São Salvador subiram pelo menos meio metro, o nível mais alto deste ano. Apesar disso, o sistema opera com segurança e dentro da normalidade.

Vários peixinhos foram vistos nadando por avenida em Gurupi. — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Comentários do Facebook