Seis meses de amor, carinho e muita alegria, completados no dia 12 de junho, no Dia dos Namorados. É assim que se resume a vida do seo Antônio Lima do Nascimento, de 74 anos, e sua namorada dona Maria de Fátima Lima da Silva, de 62 anos, que após seis anos de amizade tornaram a vida dos dois em uma relação de muito amor e respeito mútuo. Os dois agora saem para se divertir no Centro de Convivência do Idoso de Araguaína chamam a atenção ao esbanjarem muita simpatia e companheirismo.

Seo Antônio conta um pouco da história dos dois e a forma de como a conquistou com o seu jeito faceiro. “Quando a conheci, ainda era casada. Então só era amizade mesmo. Aí ela perdeu o marido, ficou viúva e depois de um tempo resolvi ir atrás dela. Tinha me separado, estava só. Era a oportunidade”, contou todo entusiasmado.

Da conversa entre amigos, surgiu o amor e virou namoro. Os dois começaram a sair juntos e a frequentar o Centro de Convivência. Hoje eles sempre vão juntos para os eventos do local.

 “Ele foi uma escolha maravilhosa. Eu não tinha carinho. Com ele a minha vida mudou, ficou mais alegre”, disse dona Fátima com um sorriso estampado no rosto. E ainda dá um conselho para as pessoas que estão na casa dos 50, 60, 70 anos. “Se a gente quiser, dá para encontrar um novo amor, sermos felizes. Somos jovens ainda”, aconselhou dona Fátima.

Espaço para convívio social

O Centro de Convivência do Idoso é um espaço voltado para as pessoas da terceira idade e desenvolve várias atividades para elas. O objetivo é de estimular o convívio social, ter uma terapia ocupacional e oferecer cursos. Durante toda a semana tem uma programação diversificada para elas, com ginástica laboral, aula de alongamento e sempre nas sextas-feiras, o forró.

Nas datas comemorativas, como no caso do Dia das Mães, Dia do Idoso, Desfile da Primavera, festa junina, são realizadas festas para os idosos. Uma média de 300 pessoas frequentam o Centro de Convivência. (Joselita Matos)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.