A Polícia Federal deflagrou durante essa semana três operações dedicadas ao combate de crimes cibernéticos e bancários. As Operações Dr. Cross, Backdoor e Crédito Fácil, deflagradas respectivamente nos dias 24, 26 e 27 de abril, visaram desarticular grupos criminosos especializados em tais fraudes, tendo como alvo investigados dos estados do Tocantins, Maranhão e Goiás.

Aproximadamente 165 policiais federais cumpriram 56 mandados judiciais expedidos tanto pela Justiça Federal quanto pela Justiça Estadual, sendo 21 mandados de prisão preventiva e 35 mandados de busca e apreensão.

As três investigações iniciaram em decorrência de deflagrações precedentes realizadas pela própria PF. A análise de materiais apreendidos e prisões de alguns integrantes das quadrilhas possibilitaram aprofundar as investigações, desvendando mais minunciosamente o modus operandi das quadrilhas bem como nomes dos demais integrantes dessas organizações criminosas. Dessa forma, identificou-se um grande rol de criminosos especialistas em fraudes cibernéticas e bancárias.

Até o momento apura-se um prejuízo estimado de mais de 10 milhões de reais.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.