Dono do Orlando City Soccer, time de futebol de Miami, e da rede de escolas de inglês Wise UP, Flávio Augusto da Silva destaca em sua página no Facebook o crescimento econômico de Palmas e seu amplo mercado para novos empreendedores

Com patrimônio na casa do bilhão de reais e considerado o magnata do futebol no berço do capitalismo, os Estados Unidos, onde é dono do Orlando City Soccer, time de futebol de Miami, onde já jogou Kaká, Flávio Augusto da Silva foi questionado recentemente sobre qual cidade escolheria para viver se voltasse a morar no Brasil. E elegeu, entre as que ele “gostava muito”, suas preferidas: as duas, óbvio, por motivos econômicos.

“São Paulo: mercado maduro, centro financeiro, cheio de potencial, concentração populacional e carência relativa de oferta de bons produtos”, revelou, numa escolha também óbvia.

Mas aí veio a segunda escolha e com ela a grande surpresa: “Palmas: a capital mais jovem do Brasil, uma das maiores taxas de crescimento econômico e populacional da última década e carência enorme de novos empreendedores, produtos e serviços de alto valor agregado”, cravou o empresário carioca em sua página no Facebook  “Geração de Valor”, que leva o mesmo nome de seu livro.

Capitais do empreendedorismo

Dono também da Wise UP, rede de escolas em inglês, Flávio Augusto esclareceu que resposta à pergunta considerou a hipótese de a razão “para eu morar no Brasil não tivesse qualquer relação com compromissos profissionais já assumidos e eu tivesse total liberdade para escolher um lugar pra morar, levando em conta somente aspectos relacionados ao empreendedorismo para tomar a minha decisão”.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.