Alunos em formação da Guarda Municipal de Araguaína fazem curso de tiro - Foto: Marcos Sandes

Pressão psicológica e manejo da arma com agilidade são duas entre tantas habilidades que os alunos em formação para Guarda Municipal de Araguaína estão adquirindo com o curso de tiro. Os 40 candidatos estão recebendo o treinamento com armamento para realizaram patrulhas nas ruas do Município já no início de 2021, dentro dos padrões exigidos pela Polícia Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Um segundo pode decidir sobre nossas vidas e também do cidadão. Por isso a gente treina à exaustão, até em casa na frente do espelho eu fico fazendo o posicionamento com a arma”, afirmou Rômulo Morais, 23 anos, aluno destaque no treinamento de tiro. Esse controle emocional também é citado pelo Hewerty Mariano, 25 anos. “Dá bastante adrenalina atirar com uma arma de fogo e o treino te dá confiança e técnica para atuar nas ruas”.

Acima do necessário

De acordo com o coordenador geral do curso e vice-presidente da Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT), Major Sebastião Lima, o treinamento realizado está sendo acima do exigido pela PF. “Enquanto o mínimo seria 90 tiros de pistola por aluno, aqui estamos aplicando, em média, 200 disparos para cada um. Fora as armas com maior calibre. São tiros de 7 a 10 metros de distância. Um total de 160 horas de curso”, afirmou.

O treinamento de Tiro Policial Credenciado está sendo ministrado pelo instrutor e major da Polícia Militar Cláudio Adriano Mendonça, auxiliado por outros três instrutores e ainda por nove membros que compõem o curso de formação.

Próximas etapas

Os alunos cumprirão algumas provas e atividades antes da formatura programada para dezembro. Entre as próximas etapas está a jornada no cerrado, um teste de resistência no meio da mata durante dois dias. (Marcelo Martin)

Comentários do Facebook