O reaproveitamento de papel e de recipientes de vidro são algumas das alternativas ambientais que pode contribuir com redução de materiais descartados no meio ambiente. As oficinas de educação ambiental oferecem noções de manejo e incentivam a criatividade dos participantes para a decoração de peças, que podem adiar o descarte de resíduos sólidos em uma cidade, com grande potencial de gerar ainda uma renda extra.

Na última semana, a equipe de educação ambiental do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) esteve visitando o município de Rio Sono. Na sexta-feira, 1º, alunos do ensino médio do Colégio Estadual de Rio Sono participaram da experiência de reaproveitamento de materiais, além da roda de conversa sobre a necessidade de pensar as questões do lixo.

A educadora ambiental do Naturatins, Maria Alice Reis considera essencial a parceria com as instituições de ensino, para a formação e sensibilização ambiental de futuros cidadãos. Ainda de acordo com Maria Alice esse processo precisa ser continuado, por isso o treinamento de multiplicadores para capacitação de voluntários Amigos do Meio Ambiente é uma maneira de fortalecer as ações locais.

A secretária de Meio Ambiente de Rio Sono, Nilza Lino Maia Fonseca agradeceu a parceria do Naturatins e elogiou o trabalho das educadoras ambientais tendo em vista que além dos alunos, outras comunidades do município também puderam participar das oficinas.

Para Edna Mendonça Alves dos Santos, educadora ambiental do Instituto, as comunidades sempre são muito receptivas. Ela conta que as oficinas sempre despertam entusiasmo dos participantes e o intercâmbio de experiências. Edna disse também que a possibilidade de transformar resíduos sólidos em produtos com o potencial de geração de renda estimula a curiosidade dos participantes sobre as possibilidades de reutilização de outros materiais.

A coordenadora pedagógica do Colégio Estadual de Rio Sono Lilian Soares relatou que a equipe da unidade de ensino tem trabalhado em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município para desenvolvimento de atividades ambientais com os alunos. Em outubro, professores e os alunos se mobilizaram em uma ação de plantio de mudas frutíferas e de espécies nativas que podem oferecer sombra ao pátio e interior do colégio.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.