A campanha eleitoral para presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Tocantins, vem ganhando contornos ruins. Ataques e acusações desmedidas surgem nesta reta final de campanha. São atitudes que mancham o processo eleitoral da Ordem, uma instituição centenária de forte respeitabilidade junto à sociedade.

Porém, nos últimos dias, o que se viu foi o uso de acusações agressivas que nada contribuem para o processo eleitoral e nem condizem com a imagem da OAB.

Preocupado com os rumos que a campanha pela Ordem vem tomando, o candidato a presidente pela chapa OAB Independente, Gedeon Pitaluga, e sua candidata a vice, Janay Garcia, propuseram aos colegas concorrentes na disputa, os candidatos Juvenal Klayber e Célio Henrique, a adesão ao Pacto por uma Campanha de Paz: Limpa, Propositiva e Verdadeira na OAB/TO.

No documento, que será encaminhado para os concorrentes na eleição da Ordem, estão compromissos como o de “não atacar a honra e a imagem dos demais colegas candidatos, evitando que a campanha seja pautada por agressões e ofensas; não propagar mensagens sem comprovação de veracidade (dando um basta na fake News); preservar a imagem institucional da Ordem dos Advogados do Brasil; pedir aos envolvidos diretamente nas campanhas que tenham cuidado principalmente nas discussões com os colegas em grupos de WhatsApp. A ofensa é virtual, mas os danos são reais; aceitar os resultados da eleição e termos apreço aqueles que tiveram outra escolha eleitoral”.

“A Ordem dos Advogados do Brasil é maior que qualquer processo eleitoral e sua imagem precisa ser preservada. Não podemos transformar a disputa eleitoral numa guerra em que vale tudo. Temos o dever e a responsabilidade de preservar o nome dessa instituição que queremos liderar. Desejo uma eleição limpa e que a democracia e o espírito republicano guiem nosso futuro”, ponderou Gedeon.

PACTO POR UMA CAMPANHA DE PAZ: LIMPA, PROPOSITIVA E VERDADEIRA NA OABTO

Prezados Juvenal Klayber e Célio Henrique,

Esse é um pacto que a chapa OAB INDEPENDENTE propõe para que a campanha da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Tocantins, seja orientada de forma propositiva e essencialmente pela verdade. Entendemos que o exemplo inicial deve ser dado pelos candidatos, fomentando a todo momento que a campanha tenha como princípios a verdade, o respeito e o debate limpo. Afinal, somos advogados. Esse é um sinal de reconhecimento aos que se dedicam para fazer da nossa instituição um exemplo para a sociedade.

Para isso, propomos os seguintes compromissos:

I – Compromisso de não atacar a honra e a imagem dos demais colegas candidatos, evitando que a campanha seja pautada por agressões e ofensas;

II – Compromisso em não propagar mensagens sem comprovação de veracidade. Dar um basta nas fake news e virar exemplo para outras campanhas onde essa prática infelizmente é comum;

III –  Compromisso em preservar a imagem institucional da Ordem dos Advogados do Brasil. Lembrar que as eleições passam e que todos somos advogados e advogadas e precisamos da OAB forte e respeitada;

IV – Compromisso de pedir aos envolvidos diretamente nas campanhas que tenham cuidado principalmente nas discussões com os colegas em grupos de WhatsApp. A ofensa é virtual, mas os danos são reais;

V – Compromisso em aceitarmos os resultados da eleição e termos apreço aqueles que tiveram outra escolha eleitoral. Passadas as eleições a Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins é uma só, independente do grupo que se sagre vitorioso.

Palmas-TO, 21 de novembro de 2018.

 

GEDEON PITALUGA

Candidato a Presidente – Chapa OAB Independente

 

JANAY GARCIA

Candidato a vice-presidente – Chapa OAB Independente

Comentários do Facebook