Os alunos da rede estadual de Educação, matriculados no ensino médio, participaram nesta sexta-feira, 9, em Araguaína, de uma atividade realizada pelo Serviço Nacional da Aprendizagem Industrial (Senai). Conhecida como “Mundo Senai”, a exposição objetiva aproximar os estudantes do ensino médio ao mundo do trabalho, para que eles possam conhecer a realidade das profissões e escolher com segurança a carreira profissional.

A estudante Ana Flávia Pereira da Silva Oliveira, do Centro de Ensino Médio Benjamin, explicou que visitas como estas fazem parte da proposta do Programa Jovem em Ação. “A dinâmica do Jovem em Ação transforma os alunos em protagonistas, pessoas capazes de distinguir o que é certo e errado, criar metas por meio do Projeto de Vida”, disse.

Durante a visita, alunos e professores das Escolas Jovem em Ação apresentaram aos expositores e visitantes seus trabalhos com práticas experimentais e metodologias inovadoras. Esse modelo de ensino visa trabalhar a formação acadêmica e para a vida, além de desenvolver as competências para o século XXI.

Maria Francilene de Alencar, coordenadora pedagógica dos cursos semipresenciais do Senai, destacou a importância das parcerias. “Nosso projeto tem uma missão muito importante que é oferecer aos jovens uma oportunidade de escolha. O Senai atua em várias áreas e essa parceria por meio da DRE é fundamental, pois falamos muito em vulnerabilidade e precisamos orientar os jovens, e  nada melhor do que oportunizar acesso às áreas tecnológicas, aos cursos ofertados, oficinas, experimentos e assim terão maior facilidade de escolher a profissão” comentou.

A acadêmica de estética, Marta Fagundes, que participa da exposição, frisou a importância de ações como estas. Para ela, “os alunos precisam desse contato com vários profissionais para sonhar com o ingresso no ensino superior. É também um meio que temos de mostrar a nossa profissão e incentivá-los,” concluiu.

Walison da Silva, do Colégio Estadual Professora Silvandira de Sousa Lima, destacou o aproveitamento da visita que para ele foi uma oportunidade de ter contato com profissionais diferentes áreas. “O evento trouxe bastantes novidades e esclareceu dúvidas sobre diversas profissões. Foi um projeto interessante, pois teremos mais facilidade de escolher os cursos que estão disponíveis na cidade”.

Karen Alynne Ribeiro Carvalho, do Centro de Ensino Médio Castelo Branco, disse que, como estão no 3º ano, há uma preocupação maior com a profissão a seguir. “Nem todos querem ingressar na universidade. É bom saber que podemos trilhar outros caminhos. Eu não sabia que havia tantas opções de cursos que poderia fazer, agora irei repensar e traçar metas para o próximo ano”, concluiu.

Comentários do Facebook