Ex-prefeito Gilmar Pinheiro estava na porta de casa quando foi baleado

Acusado de ter participado do assassinato de Gilmar Pinheiro, ex-prefeito de Praia Norte, município da região norte do Tocantins, foi preso na última sexta-feira, 8, em Imperatriz Maranhão.

De acordo com a Polícia Civil maranhense, o mandado de prisão preventiva é decorrente de decisão condenatória de 8 anos em regime fechado pelo crime de estupro de vulnerável ocorrido em 2011. O nome dele não foi divulgado.

O crime no Tocantins

O ex-prefeito de Praia Norte, Gilmar Pinheiro, foi morto com quatro tiros na frente de várias pessoas na porta da casa onde morava na cidade no dia 26 de fevereiro de 2016. Seis pessoas envolvidas no assassinato já haviam sido presas, um outro envolvido, identificado como Jairo Lima Marinho estava sendo procurado pela polícia.

Comentários do Facebook