Governador Marcelo Miranda

O ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (MDB) completa 58 anos nesta quinta-feira, 10. Ele segue preso em uma sala de Estado Maior no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Palmas. A defesa dele informou que não há uma programação ou visitas especiais agendadas para o aniversário.

Infelizmente ele está nessa condição, mas o dia é normal, para nós e ele, disse o advogado do político, Jair Alves Pereira. Desde que foi preso no dia 26 de setembro, Miranda recebeu familiares e alguns amigos no local em que está detido.

Até o momento, três instâncias da Justiça negaram pedidos da defesa do ex-governador para que ele responda em liberdade ao inquérito da operação 12ª Trabalho, da Polícia Federal. Agora só resta o Supremo Tribunal Federal (STF), para a defesa recorrer.

Na decisão em que negou a liminar, o ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça, determinou que o pedido seja analisado primeiro pelo Tribunal Regional Federal.

Os investigadores do caso apuram desvios que podem chegar a R$ 300 milhões dos cofres públicos do Tocantins e sustentam que a prisão de Miranda é necessária para que não haja interferência nos trabalhos. Ao pedir a prisão do ex-governador, o Ministério Público Federal utilizou provas colhidas durante a operação Reis do Gado e informações obtidas na delação premiada de Alexandre Fleury, que admitiu ter sido laranja da família Miranda.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.