Leiloeiro Eduardo Gomes e Marcelo Miranda
Leiloeiro Eduardo Gomes e Marcelo Miranda

Idealizador e realizador do Leilão Pecuária Solidária, o leiloeiro Eduardo Gomes foi recebido nessa terça-feira, 17, pelo governador do Tocantins, Marcelo Miranda. Na oportunidade, Gomes fez o convite oficial ao chefe do Executivo do Estado para comparecer ao evento deste ano, confirmado para o dia 12 de novembro, em Gurupi. Será a 5ª edição do projeto no Tocantins.

Durante a visita, o leiloeiro Eduardo Gomes explicou ao governador detalhadamente como é o projeto, desde a captação de recursos, de doações e como o valor arrecadado é utilizado pelas entidades. “Fazemos a captação junto a produtores e empresários do agronegócio, bem como outros segmentos da sociedade. Tudo aquilo que é arrecadado vai ao leilão, permitindo que qualquer pessoa presente possa arrematar ou mesmo quem acompanha pela transmissão via satélite pelo AgroCanal”, disse.

O leiloeiro apontou, entretanto, alguns diferenciais do projeto. “O primeiro é: as entidades beneficiadas informam a uma comissão do leilão qual a sua demanda prioritária para investimento que será utilizada com o recurso recebido e que seja para melhorar instalações, edificações ou aquisição de equipamentos necessários ao atendimento que presta às pessoas assistidas”, disse.

Outra preocupação do projeto refere-se a prestação de contas. Após 30 dias do leilão e na presença de parceiros, colaboradores, representantes das entidades beneficiadas e a imprensa, tradicionalmente é feita a apresentação do balanço final com o valor da arrecadação total, as despesas e o saldo, que será utilizado para os investimentos. “É uma conduta de transparência, que demonstra nosso respeito aos colaboradores, que recebem detalhes de como se processaram todas as etapas do leilão”, declarou.

Ao final da visita, Marcelo Miranda garantiu a presença, ressaltou a importância do projeto por seu caráter social e afirmou estar orgulhoso por apoiar e colaborar com o Pecuária Solidária desde o primeiro momento, em 2009. Em quatro edições no Tocantins e uma especial, em São Paulo, a iniciativa já arrecadou R$ 1,7 milhão a entidades assistenciais que atuam principalmente para melhorar a saúde e a qualidade de vida de pessoas carentes.

AS DOAÇÕES

Colaboradores e parceiros da iniciativa que une a cadeia produtiva do agronegócio já começam a se mobilizar por doações e contribuições diversas. O Rotary Club, a Associação Comercial e o Sindicato Rural da cidade são parceiros do evento.

 

Comentários do Facebook