Reunião com governo foi motivada por visita de líderes da região sul
Reunião com governo foi motivada por visita de líderes da região sul

Como havia garantido a líderes políticos e moradores de Palmeirópolis, Paranã, São Salvador e Jaú, o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS), reuniu-se nesta quinta-feira, 19, com o governador Marcelo Miranda (PMDB) para discutir possíveis soluções ao trecho da TO-387, conhecido como curva da morte. A rodovia liga o Tocantins ao município goiano de Montevidiu.

O encontro aconteceu no Palácio Araguaia e durou cerca de uma hora. Na ocasião, o representante do Legislativo estadual relatou que o trecho em questão é conhecido pelos inúmeros acidentes já registrados, que resultaram na morte de nove pessoas.

O governador garantiu que vai determinar aos técnicos da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) a realização de estudos no local, no sentido de encontrar uma solução para o problema.

Requerimento

Antes da reunião com o chefe do Executivo, Carlesse apresentou no plenário um requerimento, em regime de urgência, no qual solicita ao Governo intervenções emergenciais no trecho, no prazo de 60 dias. Em sua justificativa, o parlamentar anexou ofícios das Câmaras Municipais das quatro cidades, além de vários boletins de ocorrência que atestam os acidentes.

Visita

A reunião aconteceu oito dias após Carlesse receber em seu gabinete prefeitos, vereadores, fazendeiros e lideranças comunitárias dos quatro municípios em busca de soluções para a chamada curva da morte.

Na última segunda-feira, 16, ele foi conhecer in loco a curva, também conhecida como apertado da hora, e se comprometeu a buscar uma solução junto ao Governo. Vou me reunir o quanto antes com o governador Marcelo Miranda e o secretário [de Infraestrutura] Sérgio Leão, para ver o que o Estado pode fazer a fim de resolver a questão, disse. (Rubens Gonçalves)

 

Comentários do Facebook