A Operação Verde Brasil 2 foi autorizada por meio Decreto nº 10.341, de 6 de maio de 2020, que autorizou o emprego das Forças Armadas nas operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) também no estado do Tocantins.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia último dia 4 de setembro, o vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participou de reunião no quartel do 22º Batalhão de Infantaria do Exército. O encontro teve como pauta principal o início das ações interagências da Operação Verde Brasil 2, para o combate aos focos de incêndio nas áreas de conservação ambiental do estado.

A partir dessa data, o 22º BI tem efetivado ações conjuntas com a Superintendência Estadual de Proteção e Defesa Civil; Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins (CBMTO); e Instituto Natureza do Tocantins (NATURATINS) para combater os incêndios florestais no entorno de Palmas.

Até a presente data, as ações ocorreram em três frentes: rodovia TO-010; Serra do Lajeado, que inclui o Parque Estadual do Lajeado; e Serra de Taquaruçu. As ações prosseguem na região de Serra de Taquaruçu.

Diariamente, é realizada uma reunião de coordenação com as agências envolvidas, via videoconferência, para compartilhar dados, verificar as áreas com maiores demandas e decidir o efetivo de pessoal e os meios a serem empregados nas ações.

Na próxima sexta-feira, 11, às 10:00 horas, no quartel do 22º BI, será realizada uma reunião presencial com participação das Forças Armadas, Órgãos de Segurança Pública e todas as agências federais, estaduais e municipais ligadas ao meio ambiente, com o objetivo de estender a atuação de combate aos focos de incêndios florestais para outras áreas de preservação ambiental do estado.

Além das agências já mencionadas, participarão da reunião a Marinha do Brasil; Agência Brasileira de Inteligência (ABIN); Polícia Federal (PF); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Renováveis (IBAMA); Secretaria de Segurança Pública do Estado do Tocantins (SSP); Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO); Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SESMU); Batalhão de Polícia Militar Ambiental Estado do Tocantins (BPMA);

Fundação Nacional do Índio (FUNAI); Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins (SEMARH); Superintendência da Defesa Civil do Município de Palmas; Fundação Municipal do Meio Ambiente (FMA); e outros.

Comentários do Facebook