ilustrativa

A Polícia Civil do Tocantins de Araguatins, em mais uma ação de combate a violência sexual infanto-juvenil, deu cumprimento nessa terça-feira, 22, ao mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 42 anos pela suposta prática do crime de estupro de vulnerável.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conforme o delegado-chefe da 1ª DEAM-V, Eduardo Morais Artiaga, as investigações iniciadas ainda no ano de 2019 demonstraram que o suspeito tirou vantagem da proximidade que tinha com a vítima de 13 anos de idade pelo fato de ela ser amiga de suas filhas. Conforme investigado, em certa ocasião o homem ofereceu carona a adolescente dizendo que a levaria até sua residência, mas ao se deslocarem, o investigado tomou outro destino, chegando num local deserto parou a motocicleta que conduzia e consumou o estupro. A vítima ainda tentou correr, mas foi impedida pelo investigado.

O delegado Artiaga ressalta que a tentativa de fuga da vítima do estuprador foi dificultada em virtude de o fato ter ocorrido em um local ermo na zona rural localidade com menor índice de pessoas transitando. Após a confirmação da autoria do crime, a autoridade policial representou junto ao Poder Judiciário pela prisão do indivíduo, a qual foi deferida. Nesse sentido, os policiais civis passaram a diligenciar e localizaram o paradeiro do investigado que foi, então, conduzido até à sede da 1ª DEAMV, onde a autoridade policial deu cumprimento à ordem judicial.

Após os procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário

Comentários do Facebook