São Miguel

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 16ª Delegacia de São Miguel do Tocantins,  efetuou nesta quinta-feira, 3, a prisão de mais um dos supostos envolvidos no crime de latrocínio que resultou na morte de um adolescente de 16 anos de idade, que estava acampado em uma praia do município com amigos.

Conforme o delegado Antônio Bandeira Júnior, o homem preso tem 24 anos de idade e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão quando se encontrava em sua residência, localizada no povoada Bela Vista, em São Miguel. Ainda segundo a autoridade policial, o indivíduo é apontado como integrante de um bando composto por vários homens que cometeram um crime de latrocínio contra três jovens que estavam acampados em uma praia de São Miguel do Tocantins.

Na oportunidade, além de roubar os pertences das vítimas, os suspeitos também jogaram os três jovens no rio Tocantins, o que resultou na morte por afogamento do adolescente de 16 anos de idade. Desde a prática do crime, a Polícia Civil deu início às investigações, e, em poucos dias, conseguiu identificar todos os autores, efetuando a prisão de quatro dos envolvidos no crime.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo, que confessou participação no crime e deu detalhes de como ocorreu o latrocínio, foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Para o delegado Antônio Bandeira, a prisão de mais um dos envolvidos no latrocínio é de extrema importância, uma vez que o crime chocou a população da cidade de São Miguel e foi praticado com requintes de crueldade.

“Desde a data dos fatos, a Polícia Civil do Tocantins se empenhou ao máximo no sentido de elucidar esse bárbaro crime e dar uma resposta a sociedade, bem como as famílias das vítimas. Nesse sentido, não poupamos esforços para que a verdade dos fatos fosse esclarecida, a fim de que todos os envolvidos neste trágico episódio pudessem ser identificados e responsabilizados conforme determina a lei”, disse o Delegado.

Comentários do Facebook