Policiais Civis de Buriti do Tocantins cumpriram na manhã desta terça-feira,02,mandado de prisão preventiva expedido pelo Juiz substituto da vara criminal da Comarca de Araguatins, em desfavor de Claudemir Dourado da Cunha, vaqueiro, 38 anos. Ele vinha importunando moradores do referido povoado com agressões físicas, ameaças, injúrias, entre outras coisas. A todo momento a polícia da cidade recebiam denúncias, inclusive de seus familiares que não o suportavam mais, pois eram agredidos por ele.

Diante dos fatos, o Escrivão de Polícia, responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Buriti, protocolou um pedido de prisão preventiva junto ao fórum da Comarca de Araguatins. O juiz, entendendo a necessidade de resguardar àquele lugar e à família, decidiu favoravelmente à prisão preventiva. Ao perceber a chegada dos policiais civis, Claudemir tentou fugir, mas foi detido, obrigando os agentes de segurança a fazerem uso da força moderada para contê-lo.

Em seguida ele foi conduzido à Delegacia local para os procedimentos de praxe, e depois encaminhado à Cadeia Pública de Araguatins, onde se encontra recolhido em uma das celas, à disposição da Justiça tocantinense. A prisão dele foi fundamentada na Lei Maria da Penha, tendo em vista que ele agredia fisicamente seus familiares.(Patrulha na Net)

Comentários do Facebook