Sustentado na decisão conquistada através da derrubada de liminar que suspendia o reajuste da tarifa de energia elétrica, a Celtins vai aplicar um reajuste médio de 10,23 por cento de forma retroativa ao dia 4 de julho deste ano. As faturas emitidas a partir desta quarta-feira 11, já deverão vir com o aumento que conforme a população tocantinense é um acréscimo astronômico e fora da realidade. Por determinação da Justiça Federal, a decisão foi assinada nesta segunda feira, 9 pelo juiz substituto Diogo Souza Santa Cecília, da Seção Judiciária do Estado do Tocantins, .

O reajuste foi homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e publicado no Diário Oficial da União nº 126, do dia 3 de julho deste ano, para valer a partir de 04/07, como previsto no contrato de concessão.

 

Comentários do Facebook