Travessia Xambioá/São Geraldo

O deputado federal Tiago Dimas (SD-TO) participou, no início da tarde desta quinta-feira, 29 de agosto, no Ministério da Infraestrutura, do ato de assinatura da ordem de serviço da ponte entre Xambioá e São Geraldo do Araguaia, que vai ligar o Tocantins ao Pará. A espera por essa obra remonta há muitos anos e a expectativa agora é que os trabalham realmente possam se iniciar.

A assinatura da ordem de serviço foi feita pelo próprio ministro Tarcísio Gomes de Freitas e contou com a presença de parte da bancada tocantinense na Câmara dos Deputados – além de Tiago Dimas, estiveram presentes Dulce Miranda (MDB), Eli Borges (SD), Vicentinho Júnior (PL) e Carlos Gaguim (DEM).

“Essa obra é aguardada há muito tempo por aquela comunidade do Extremo-Norte do Tocantins, bem como das pessoas que precisam ir ao Pará com frequência. Essa travessia ocorre de balsa, o que não é adequado às portas dos anos 2020”, ressaltou o deputado Tiago Dimas.

O ministro pediu a contribuição dos deputados para que façam emendas que possibilitem emendas para a obra. Além disso, embora a bancada do Pará não tenha comparecido na reunião, há o compromisso público dos deputados daquele estado de também contribuírem com a obra, que é uma das plataformas de ação do próprio governador Hélder Barbalho (MDB).

“Esse compromisso é muito importante. O ministro explicou que R$ 30 milhões para iniciar as obras já estão disponíveis”, salientou.

Boa parte dos recursos da obra foram garantidos via emenda da bancada tocantinense ao Orçamento da União.

Somadas, as populações das duas cidades beneficiadas diretamente alcançam o contingente de quase 36 mil habitantes. Além disso, a ponte facilitará a ligação de diversas populações vizinhas.

No total, a obra está orçada em torno de R$ 160 milhões.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.