Fórum de Araguaína

Deuzivan da Silva Araújo foi condenado pelo Tribunal do Júri de Araguaína pela tentativa de homicídio qualificado. Na sentença publicada nesta quarta-feira (28/8), o juiz Francisco Vieira Filho acatou a decisão dos jurados e dosou a pena definitiva em 11 anos, quatro meses e 24 dias de reclusão em regime fechado. O crime ocorreu em julho de 2017, no Setor Coimbra.

Conforme os autos do processo, Deuzivan tentou matar Jardson Melo da Silva por supor que o mesmo havia se envolvido com sua ex-companheira. Não aceitando o fim do relacionamento, o acusado invadiu um churrasco na casa da ex-mulher e tentou agredi-la. Ao tentar defendê-la, Jardson foi atingido pelo réu por golpes de faca no abdômen.

Ao reconhecerem que a vítima foi alvo de golpes com faca que lhe causaram lesões, os jurados decidiram por unanimidade que Deuzivan tentou contra vida da vítima e acolheram a circunstância qualificadora por meio cruel. O Conselho de Sentença ainda entendeu que a vítima teve dificuldade para se defender.

Por fim, o magistrado Francisco Vieira menciona ao sentenciar o acusado que mediante o comportamento ele desrespeitou as leis vigentes. “A culpabilidade da conduta praticada pelo réu e dele próprio é inerente ao tipo penal”. (Natália Rezende)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.