Mauro Carlesse

O presidente Jair Bolsonaro está reunido nesta terça-feira, 27, no Palácio do Planalto, com os governadores dos estados que compõem a Amazônia Legal para discutir o combate às queimadas na região.

Na última sexta-feira, 23, o governo autorizou uma operação de Garantia de Lei e Ordem (GLO), que ganhou o nome de GLO Ambiental, e liberou R$ 38 milhões do orçamento do Ministério da Defesa, que estavam contingenciados, para as ações.

Todos os nove estados da Amazônia Legal – Acre, Rondônia, Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Amapá, Pará, Maranhão e Tocantins – solicitaram adesão ao decreto da GLO e a ajuda das Forças Armadas para o combate ao fogo. A Procuradoria-Geral da República e a Polícia Federal apuram se houve ação criminosa nos incêndios que se intensificaram no início deste mês.

O Governador do Tocantins Mauro Carlesse, disse que as queimadas no estado são da mesma proporção desde ano de 2012, e pediu todo e qualquer tipo de ajuda do governo federal.

Carlesse destacou o potencial da reserva da Ilha do Bananal, da dimensão da área preservada aos povos indígenas bem como da dificuldade que esses povos enfrentam com a realidade atual.

O governador afirmou que o Tocantins só disponibiliza 17% de área para a produção, que segundo ele é muito pouco para o desenvolvimento regional, tendo em vista o potencial do estado e sua localização.

Carlesse defendeu a construção de uma estrada cortando a Ilha do Bananal, ligando o Estado do Mato Grosso ao Tocantins, segundo ele, atualmente para um produto chegar ao porto, na ferrovia Norte Sul, precisa percorrer mais de mil quilômetros e, com a construção dessa estrada o percusso será de apenas 180 quilômetros.

O Governador ressaltou que já existe um projeto e que a rodovia irá beneficiar diretamente as tribos da região da ilha.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.