Marcelo Miranda e Cláudia Lélis
Marcelo Miranda e Cláudia Lélis

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) divulgou uma nota para imprensa que classifica como negativa as viagens de uma comitiva do governo do Estado ao exterior, o Sindicato repudiou os gastos exorbitantes que serão gastos para deslocamento da comitiva para fora do país. Confira:

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) repudia os gastos exorbitantes do Governo do Estado do Tocantins com viagens e diárias para fora do Brasil.

O Executivo Estadual empenhou entre janeiro e agosto deste ano o equivalente a R$ 569 mil para despesas com passagens aéreas e diárias ao exterior. Dinheiro público usado para bancar, por exemplo, as viagens que o governador Marcelo Miranda e sua Vice, Cláudia Lelis, farão ao Japão e Indonésia no mês que vem, cada um com suas respectivas comitivas, todas bancadas pelo dinheiro público.

É uma contradição. O governo diz que não tem dinheiro para pagar os direitos dos servidores públicos, faz contingenciamento de despesas e anuncia que vai fechar o ano no vermelho, mas tem dinheiro para fazer viagens internacionais pagas com dinheiro dos cofres públicos.

Enquanto o governador, sua vice e suas comitivas oficiais viajam de avião e se hospedam em hotéis de luxo, os servidores públicos esperam há anos para receber progressões atrasadas e os 25%. Sem falar da data-base de 2017 que ainda não foi paga. Se tem dinheiro para bancar viagens internacionais, por que não paga então os direitos adquiridos pelos servidores públicos?

O SISEPE chama atenção dos servidores públicos e sociedade para o fato de que, além de custar caro aos nossos bolsos, estas viagens são inúteis, pois não trarão nenhum desenvolvimento comprovado para o estado do Tocantins.

O governador Marcelo Miranda só está fazendo uma excursão internacional com seus aliados, enquanto muitos servidores públicos mal conseguem pagar o passe do transporte coletivo pra chegar até o trabalho com o salário defasado. Isso só mostra quais são as prioridades do governo Marcelo Miranda que abandonou o servidor público para priorizar os interesses de aliados políticos.

O SISEPE vai continuar denunciando até que todos os servidores públicos vejam a verdade de porque o governo não honra seus compromissos e obrigações. A razão está aí. A prioridade são as viagens ao exterior. Vamos denunciar toda a imoralidade que acontece no Palácio Araguaia a mando de Marcelo Miranda e que prejudica a todos os servidores públicos.

 

Comentários do Facebook