Grupo de oposição que subscreve o Pacto pelo Tocantins (Foto: Montagem Coluna do CT)

Um grupo de políticos oposicionistas formado pelos senadores Kátia (PP) e Irajá Abreu (PSD), Carlos Amastha (PSB), Laurez Moreira (PSDB), Paulo Mourão (PT) e o empresário Edson Tabocão,  assinaram na quarta-feira (14), em Brasília, um documento chamado Pacto pelo Tocantins.

O objetivo desse pacto é a união pela construção de um novo projeto de desenvolvimento para o Estado.

Consta no documento assinado ações imprescindíveis ao desenvolvimento, geração de empregos e oportunidades, além da formação para as eleições 2022 como chapa majoritária, através das pré-candidaturas ao Governo e Senado Federal dos líderes que venham agregar neste pacto, e na busca do entendimento quanto ao vice-governador(a), sempre ponderando as pesquisas qualitativas e quantitativas de intenção de voto, os apoios políticos e partidários que construa uma chapa competitiva e preparada. E chapas proporcionais para a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa com nomes que representem com qualidade os nossos municípios.

O empresário Edson Tabocão de Araguatins foi apresentado pelo grupo como pré-candidato a governador do Tocantins pelo PSD.

Confira o pacto na íntegra:

PACTO PELO TOCANTINS

Reuniram-se nesta data parlamentares que integram a bancada federal do Tocantins, presidentes de partidos e lideranças políticas que trabalham para a construção de um NOVO projeto de desenvolvimento para o nosso Estado.

Houve a avaliação das ações e da conjuntura política atual no âmbito estadual e nacional.

Foi firmado entre estes líderes políticos um PACTO PELO TOCANTINS, supra-partidário, visando a implementação de 5 AÇÕES imprescindíveis ao desenvolvimento, geração de empregos e oportunidades, sendo:

1) a reestruturação da rede pública estadual de saúde e ações para ampliar a vacinação da população e medidas de prevenção e enfrentamento a pandemia do coronavírus;

2) implementação de instrumentos de combate a corrupção sistêmica no estado adotando medidas de governança na administração pública garantido a transparência em todas as ações do governo;

3) politicas de incentivos fiscais, crédito e desburocratização na atração de investimentos privados nos setores estratégicos da nossa economia como; industrialização do estado, produção de alimentos, turismo, saúde, educação, meio ambiente, recursos hídricos e inovação/tecnologia. Implementar um plano de investimentos em obras estruturantes, notadamente nas rodovias estaduais e estradas vicinais, além de PPP e Concessões a iniciativa privada;

4) combate a fome e miséria que assolam os tocantinenses principalmente os desempregados e vulneráveis. Incentivo ao esporte como instrumento de inclusão social e apoio aos nossos jovens;

5) fortalecimento e apoio aos 139 municípios do estado, através de parcerias sólidas e permanentes nas obras de infra-estrutura e custeio; na pavimentação asfáltica urbana, construção de casas populares, universalização do ensino integral e a distância (EAD), no ensino público fundamental, básico, médio e técnico para qualificar nossa mão de obra local bem como medidas de apoio a segurança pública para o combate ao crime, tráfico de drogas e violências em todos os níveis.

Esse PACTO PELO TOCANTINS se baseia também no compromisso para a construção, com amplo diálogo e com todos os demais partidos e líderes que compartilhem e agregam aos mesmos princípios definidos neste PACTO PELO TOCANTINS para a formação de;

  • chapa majoritária, através das pré-candidaturas ao Governo e Senado Federal dos líderes que venham agregar neste pacto, e na busca do entendimento quanto ao vice-governador(a), sempre ponderando as pesquisas qualitativas e quantitativas de intenção de voto, os apoios políticos e partidários que construa uma chapa competitiva e preparada.
  • chapas proporcionais para a Câmara dos Deputados e Assembléia Legislativa com nomes que representem com qualidade os nossos municípios.

Após a definição das regras eleitorais para 2022, cujo prazo máximo é Outubro/2021, vamos avançar para deliberações, com base nos compromissos agora assumidos e anunciados.

Brasilia-DF, 14 de Julho de 2021.

 

Comentários do Facebook