São Miguel

Policiais Civis da Delegacia de São Miguel do Tocantins, com apoio de agentes da 17ª DP de Itaguatins, comandados pelo delegado Inaci Antônio Bandeira Júnior, cumpriram nesta quarta-feira, 15, em Imperatriz –MA, mandado de busca e apreensão na residência de um dos homens suspeitos pela prática de um crime de latrocínio, fato ocorrido na madrugada do dia 31 de maio de 2020 em uma praia, na cidade de São Miguel do Tocantins.

Conforme a autoridade policial, após o crime, os policiais civis deram início às investigações, onde ficou constatada a participação de quatro indivíduos no latrocínio. Desse modo, o delegado representou junto ao Poder Judiciário por um mandado de busca e apreensão na residência de um dos possíveis envolvidos, o qual reside na cidade de Imperatriz – MA.

De posse da ordem judicial, os policiais civis das duas unidades policiais foram até o município maranhense, onde por volta das 14h30 chegaram até o imóvel e localizaram um dos homens investigados pelo crime, o qual estava de posse do celular da vítima que foi assassinada. Desse modo, o homem foi preso e conduzido até a Central de Flagrantes de Imperatriz, onde foi autuado por receptação. Como não recolheu aos cofres públicos, a fiança arbitrada pela autoridade policial, ele foi recolhido ao Presídio da cidade onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário do Tocantins.

As investigações continuarão até que o crime seja totalmente esclarecido e que todos os envolvidos sejam identificados e responsabilizados conforme determina a lei.

O crime

Na madrugada do dia 31 de maio de 2020, três jovens de 14, 16 e 20 anos de idade saíram da cidade de Imperatriz com destino a praia de São Miguel do Tocantins, onde pretendiam acampar. Quando já estavam instalados, por volta das 4h, eles foram surpreendidos por alguns homens que anunciaram um roubo e subtraíram os aparelhos celulares, bem como outros pertences das vítimas. Além disso, os criminosos jogaram os três jovens dentro do rio Tocantins, sendo que um adolescente de 16 anos de idade acabou morrendo afogado. Os outros dois conseguiram sobreviver ao ataque, mas não conseguiram salvar o amigo. Depois do crime, os autores fugiram tomando rumo ignorado.

Comentários do Facebook