Investigada pela Polícia Federal, a locadora de veículos Marca Representações Comerciais Ltda, que venceu contratos de aluguel de carros para a prefeitura de Palmas não tinha nem metade da frota que seria suficiente para atender a demanda, aponta a Operação Carta Marcada, deflagrada nesta terça-feira, 21.

A empresa precisaria de no mínimo 823 veículos para atender seus clientes, quando na verdade tinha apenas 392 automóveis.

A investigação mira Marco Zancaner Gil dono da Marca Representações e outros donos de empresas de aluguel de veículos. Os valores cobrados pelo aluguel dos carros eram até 40% superior ao valor praticado no mercado.

O esquema teria ocorrido com ajuda dos ex-secretários da gestão Amastha (PSB), em Palmas, Adir Cardoso Gentil, Chistian Zini Amorim, Claudio de Araújo Schuller e Cleide Brandão Alvarenga, todos presos nesta sexta-feira na operação da PF. Adir Gentil foi preso em Florianópolis capital de Santa Catarina, onde mora.

O ex-prefeito Carlos Amastha teve os sigilos bancário e fiscal quebrados pela Justiça.

Chistian Zini, Adir Cardoso, Claudio de Araújo Schuller e Cleide Brandão Alvarenga — Foto: Montagem G1

Comentários do Facebook