Rosimeire Pereira dos Santos Fonseca

A enfermeira Rosimeire Pereira dos Santos Fonseca morreu neste sábado, 18, após ficar sete dias internada em uma UTI do hospital Dom Orione, em Araguatins, norte do Tocantins, cidade onde morava e trabalhava.

Ela foi contaminada mesmo estando afastada das funções por fazer parte do grupo de risco da doença. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Estado Tocantins (Sintras), a enfermeira tinha complicações de saúde por ter hipertensão e diabetes.

Rosimeire trabalhava desde 2017 no Hospital Regional de Araguaína (HRA) e estava afastada por meio do decreto que permite aos servidores idosos, gestantes, com guarda de criança menor de um ano e portadores de doenças crônicas fiquem em casa para evitar a contaminação pela covid-19.

Ela deixou duas filhas, netos e o marido.

Comentários do Facebook