Plenário da câmara municipal de Araguanã

Duas chapas encabeçadas por mulheres concorrem ao cargo para mandato-tampão em Araguanã, no norte do Tocantins, a vereadora e atual prefeita interina, Irene Rodrigues (PSD), e Raimunda da Silva Leite (PSC), que é ex-primeira dama do município.

A eleição indireta, aquele que só os vereadores votam, será neste domingo, 2. A chapa eleita cumprirá um mandato até o dia 31 de dezembro de 2020. Os procedimentos da eleição foram definidos pela própria Câmara, oito vereadores vão escolher a nova chefe do executivo.

A eleição indireta foi convocada porque o prefeito eleito em 2016, Fernando Luiz dos Santos (PSD), renunciou ao cargo ainda em 2017 e o vice-prefeito Hernandes Neves de Brito (DEM), que assumiu desde então, morreu vítima de coronavírus após ficar um mês internado.

Após a internação de Hernandes Neves, a cadeira de prefeito chegou a ser assumida interinamente pelo vereador Cícero Cruz de Araújo (PDT), presidente da câmara, mas ele também morreu, após passar mal em um restaurante em Araguaína. Desde então a vereadora Irene Rodrigues segue no cargo interinamente.

Comentários do Facebook