Os produtores rurais tocantinenses reafirmam o compromisso com a sanidade animal do Tocantins, o levantamento da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) comprova que 98,7% dos bovídeos (bovinos e bubalinos) em idade vacinal receberam a dose do imunizante. Os números mostram que de 4.898.898 com idade entre zero e 24 meses, em um total de 4.835.423 foram vacinados, ou seja, bem acima da média preconizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que é de 90%.

De acordo com o presidente da Adapec, Paulo Lima, os produtores rurais entenderam e reconheceram a importância da vacinação e mais uma vez colaboraram para que o Estado se desenvolva cada vez mais. “Superamos as expectativas e estamos no caminho certo. O Governo do Tocantins tem priorizado a saúde animal e a qualidade dos produtos para garantir os avanços na agropecuária. Parabéns a todos os envolvidos”, declara.

Mais uma vez, os produtores do Tocantins comprovam suas responsabilidades com a vacinação contra febre aftosa, conforme afirma o responsável técnico pelo Programa Estadual de Vigilância em Febre Aftosa, João Eduardo Pires. “Atingimos 98,7% de cobertura vacinal, o que reforça o compromisso da cadeia produtiva com as ações do programa de vigilância em febre aftosa e contribui para o reconhecimento do Estado como um estado livre da doença sem vacinação”, afirma.

Atualmente, os municípios que constam com o maior número de rebanho são: Araguaçu, com 431.425, Formoso do Araguaia, com 297.560, Araguaína, com 274.045, Peixe, com 261.902; e Arraias, com 220.314 animais. Nesta etapa, 23 municípios vacinaram 100% dos animais.

O Tocantins conta com 10,4 milhões de bovídeos de todas as faixas etárias, na campanha de maio a vacinação foi parcial. A segunda etapa, que ocorrerá em novembro, envolverá todos os animais independentes da faixa etária, e será a última a ser realizada no Estado.

Comentários do Facebook