Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT)

Em reunião online realizada na tarde do dia 02 de junho entre representantes da Comissão Central de Transição UFT/UFNT e representantes do Ministério da Educação (MEC) foi sinalizado que a nomeação do reitor pro tempore da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFT) aconteça no prazo de 60 a 90 dias.

Até a nomeação, a Comissão Central de Transição e os Grupos de Trabalho trabalham com a entrega do Plano de Trabalho que conta com ações e estratégias para a implantação da UFNT, além da migração dos sistemas, recursos, orçamentos para UFNT, além do treinamento dos servidores.

De acordo com o reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), professor Luís Eduardo Bovolato, a reunião foi positiva e o MEC foi prestativo ao realizar a reunião com a equipe. “Apresentamos na reunião a necessidade de estruturação e treinamento das equipes e a nomeação do pro tempore. E, percebemos que o MEC está à disposição para fazermos um trabalho mais próximo, para todo o processo fluir bem”, destacou.

Segundo membros da Comissão Central, dentre as novas universidades criadas, a UFNT terá posição de vanguarda, pois a equipe de transição está elaborando um plano de trabalho para sua implantação. Participaram da reunião, representantes da Comissão Central de Transição UFT/UFNT, o reitor da UFT, professor Luís Eduardo Bovolato e os representantes do MEC: Eduardo Gomes Salgado, diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (DIFES) e Tomas Dias Sant Ana, secretário-adjunto da Secretaria de Educação Superior (SESU).

Live sobre a transição UFT/UFNT

A Live com a presidente da Comissão Central de Transição, prof Ana Lucia Medeiros, para tirar dúvidas e esclarecer o processo de transição, acontecerá na próxima segunda (08), das 17h às 18h, no Instagram da UFNT, disponível AQUI.

Comentários do Facebook