Em solenidade na manhã desta quarta-feira (5/4), no Hangar do Estado, Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, foi feita a entrega oficial de uma aeronave Cessna -210 para a Polícia Militar do Tocantins e de um caminhão tanque para abastecimento de aeronaves, para a Companhia Independente de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria de Segurança Pública do Estado. O novo equipamento foi entregue e batizado, como é tradição da aviação, por um arco de água de dois caminhões da Brigada de Combate a Incêndios do aeroporto de Palmas, sendo também abençoado pelo padre Paulo Frade e pelo pastor Niobey Aier.

A entrega foi acompanhada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, que na oportunidade, juntamente com o juiz Luiz Zilmar, foi homenageado com o título de Colaborador Benemérito, pelos esforços empreendidos na concretização da doação da aeronave para a PM do Tocantins.

Para o presidente do TJTO, a segurança pública exercida de maneira eficiente resulta também no bom andamento do trabalho da justiça. “Para o Poder Judiciário é mais que um dever colaborar com as polícias, pois, isso reflete diretamente no trabalho da justiça, como por exemplo, no combate às drogas, fortalecendo cada vez mais a segurança do Estado. Estão de parabéns todos os que trabalharam para a realização deste feito”, reforçou o desembargador Helvécio Maia, agradecendo a homenagem recebida.

O avião foi apreendido pela Polícia Federal numa operação em 2015 e cedido por meio de convênio entre a Justiça Federal do Mato Grosso e a Polícia Militar do Tocantins. A aeronave foi pleiteada por vários estados, sendo que a proposta do Governo do Tocantins para utilização na segurança pública foi aceita. Mas o equipamento precisava de manutenção e regularização de documentos para poder funcionar. Foi então que o Poder Judiciário interveio, por meio da Coordenadoria da Cidadania, vinculada à Corregedoria Geral da Justiça do Tocantins, como explica o coordenador do órgão, juiz Gilson Coelho Valadares. “Fomos procurados pelo servidor Sérgio Leal e pelo Major Eduardo Santos no sentido de angariar fundos para trazer a aeronave que havia sido cedida, já que a mesma precisava de reparos para poder se deslocar. Levei a demanda ao juiz Luiz Zilmar, que tornou possível, por meio de transações penais, o levantamento dos recursos necessários à manutenção do avião”, afirmou o coordenador.

O juiz Luiz Zilmar explicou como foi feito o procedimento: “Nossa contribuição foi no sentido de fazer a parceria e destinar recursos de penas alternativas, oriundas de cometimento de crimes, para a compra de peças e regularização de documentos da aeronave, o que possibilitou a sua vinda para o Estado”.

O vice-governador do estado, Wanderley Barbosa, agradeceu a todos que trabalharam pela vinda da aeronave para o Tocantins, em especial ao Poder Judiciário, na pessoa do desembargador Helvécio Maia. “O empenho do presidente do Tribunal de Justiça, bem como dos juízes e servidores do judiciário, é louvável e merece nosso reconhecimento. A sociedade tocantinense está agradecida pela aquisição desse importante equipamento que servirá à segurança pública da nossa população”, afirmou.

A solenidade também contou com a presença do comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, do secretário de Segurança Pública, Cristiano Barbosa Sampaio, entre outras autoridades.

O avião

A aeronave é um Cessna 210, o modelo é ideal para grupamentos policiais, sendo um avião versátil com baixo custo de manutenção. O monomotor tem capacidade para transportar seis pessoas e voar em linha reta horizontal acima dos 300 km por hora, detém ainda autonomia de até nove horas de vôo ininterrupto, possibilitando execução de operações policiais imediatas e rápido apoio aos locais mais longínquos do Estado.

A doação do caminhão tanque-abastecedor, cuja capacidade é de 400 litros, para Companhia Independente de Operações Aéreas, faz parte de um projeto do Governo do Tocantins de reaparelhamento da Secretaria de Segurança Pública. O veículo foi adquirido por meio de recursos do convênio nº 853683/2017, entre os governos federal e estadual. Com essa doação, o Ciopaer terá sua autonomia da aeronave aumentada a fim de suprir as demandas para o fornecimento de combustível, além das sedes que são Araguaína, Gurupi, Porto Nacional e Paraíso.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.