Foto: Grupo de WhatsApp

Dez mandatos vereadores foram cassados pela Câmara Municipal de Augustinópolis, no norte do Tocantins, na madrugada desta quarta-feira, 19.

De acordo com o esquema conhecimento como ‘mensalinho’,  os vereadores que foram afastados pela Justiça no dia 25 de janeiro recebiam propina da prefeitura em troca da aprovação de projetos de autoria do prefeito.

Foram cassados os vereadores Antônio Queiroz (PSB), Ângela da Rapadura (PSDB), Luizinha (PP), Toinho (PTB), Marcos da Igreja (PRB) , Antônio Barbosa (SD), Neguin da Civil (MDB), Ozeas (PR), Vaguin do Hospital (MDB) e Nildo Lopes (PSDB).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.