A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Itacajá, efetuou, na manhã desta quinta-feira (13), naquele município, a prisão de um indivíduo de iniciais R.G.C, de 31 anos de idade. Ele é suspeito de praticar crimes contra a dignidade sexual de criança e adolescente e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão temporária, quando se encontrava na zona rural da cidade.

De acordo com a delegada Jeannie Daier de Andrade, responsável pelo caso, o suspeito veio do Estado do Pará e passou a trabalhar na Zona Rural de Itacajá, na fazenda onde residiam as vítimas. Segundo as investigações, R. G. C. teria assediado sexualmente uma menina de 10 (dez) anos de idade desde o final do ano de 2018, quando chegou à fazenda para trabalhar. Ele mantinha relações sexuais com ela e a obrigava a tirar fotos nuas para ele, sob ameaça de matar sua família, caso contasse sobre os abusos.

Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, o autor ainda obrigava o irmão da vítima, um adolescente de 12 (doze) anos de idade, a filmar a irmã durante o banho. O aparelho celular do autor foi apreendido pela autoridade policial responsável pelo caso, que representou pela prisão temporária do suspeito, que foi deferida pelo Juiz da Comarca.

De posse da ordem judicial, os policiais civis da DPC de Itacajá intensificaram as diligências e conseguiram localizar o paradeiro do indivíduo, efetuando sua prisão e condução até a sede da Delegacia local. Na unidade policial, o homem foi indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável, corrupção de menores, bem pelo crime de fotografar cena de pornografia envolvendo criança ou adolescente.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, R.G.C foi encaminhado à Cadeia Pública de Colinas do Tocantins, onde encontra-se recolhido, à disposição do Poder Judiciário.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.