A Polícia Civil do Tocantins  prendeu na tarde desta quinta-feira, 26, em Itacajá, um jovem de 21 anos que estava foragido desde o último dia 7 de maio, após matar a facadas o empresário araguainense José Martins Reis Neto, de 31 anos.

O delegado responsável pelo caso, Guilherme Torres, destacou que o suspeito chegou a fugir para o Estado do Maranhão, antes de ser apreendido. “Após um trabalho realizado em parceria com o Instituto de Identificação, nós conseguimos identificar o autor do homicídio, um jovem de 21 anos, que era vizinho do empresário e durante as investigações descobrimos que ele teria fugido para a cidade de Estreito, no Maranhão. Nossa equipe foi até a cidade, e teve informações que ele havia retornado para Araguaína. Depois, chegamos a informação de que ele já estaria em Itacajá, então encaminhamos uma equipe até o município”, relatou.

Com o apoio da Delegacia de Polícia de Itacajá e da Polícia Militar, o jovem foi preso e encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína e deve responder por crime de latrocínio.

O caso

No dia 7 de maio o suspeito invadiu a casa da vítima e golpeou o morador com 10 facadas após ele e a esposa reagirem a um assalto. O empresário, a esposa e dois filhos pequenos, dormiam quando o homem chegou anunciando o assalto.

Ao perceber que o assaltante usava apenas um simulacro de arma de fogo, o casal conseguiu retirar o simulacro das mãos do homem e imobilizá-lo. Neste momento a vítima e o suspeito entraram em luta corporal dentro da residência, até que o assaltante conseguiu se soltar, pegar uma faca e golpear o empresário, que morreu no local.

Comentários do Facebook