As longas filas enfrentadas por desempregados e informais na busca do auxílio emergencial de R$ 600 se torna ainda mais longa ao se comparar com um auxílio apelidado de ‘coronavoucher’ que o governo federal chegou a contemplar quase 190 mil militares sem qualquer trabalho.

Dados do governo revelam que 189.695 militares da ativa receberam o auxílio emergencial, totalizando R$ 113.816.990,00.

Em nota, o Ministério da Defesa disse que “verifica a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial, concedido pelo Governo Federal no período de enfrentamento à pandemia do coronavírus, por integrantes da folha de pagamentos deste Ministério”.

A pasta acrescenta: “Neste sentido, estão sendo adotadas as medidas para apuração do ocorrido, visando identificar se houve valores recebidos indevidamente, de modo a permitir a restituição ao erário e as demais considerações de ordem administrativo-disciplinar, como necessário”. (Correio Braziliense)

Comentários do Facebook