O fato aconteceu às 17h16 desta quarta-feira, 08, na Rua Das Flores, Setor Tocantins, em Araguaína-TO, onde uma Guarnição de Rádio Patrulha da Polícia Militar realizava patrulhamento, ocasião em que um homem de 26 anos informou que recebeu uma ligação de um homem desconhecido no sentido de querer comprar materiais de circuito de segurança eletrônica e, assim, fecharam negócio por telefone no qual o suposto cliente comprou R$ 3.000,00 em mercadorias.

Na ação dos infratores da lei, o homem vitimado entregou toda a mercadoria para o homem de 22 anos, uma vez que tinha recebido por mensagens de WhatsApp duas fotos de comprovantes bancários no valor de R$ 1.500,00 cada, totalizando os R$ 3.000,00 do valor das mercadorias, no entanto, o homem vitimado desconfiou e constatou que os depósitos eram falsos.

Nas diligências, a Polícia Militar localizou o infrator da lei que recebeu a mercadoria, homem de 22 anos, ocasião em que constatou que ele já tinha enviado o material para a cidade de Goiânia-GO por uma empresa de ônibus de Turismo. Ele confessou a fraude contra o proprietário da empresa de circuito de segurança e declarou também que já possui duas passagens pela polícia, sendo uma por tráfico de entorpecentes e outra por receptação.

Os Policiais Militares deram-lhe voz de prisão e o conduziram juntamente com alguns comprovantes de depósitos e anotações para a DP de Plantão onde foi devidamente autuado por estelionato. Na ocasião de sua prisão, ele se encontrava de posse de uma motocicleta Honda Pop 100, cor preta, a qual foi devidamente apreendida e conduzida para o pátio do Sipar.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.