Moisemar Marinho
Moisemar Marinho

Em sessão ordinária nessa terça-feira, 11, o vereador Moisemar Marinho (PDT) comemorou o resultado do trabalho realizado para que a BRK Ambiental reduza a tarifa de esgotamento sanitário de Palmas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo ele, desde 2017, quando apresentou o Projeto de Lei, levou a discussão para o plenário. “Teve arquivamento, trouxemos a discussão para o plenário, desarquivamos e demos continuidade ao Projeto de Lei que trata da redução da tarifa, de 80% para 40%”, disse.

Na tribuna, ele apresentou duas contas de água, do mesmo hidrômetro. A primeira, sem a redução da tarifa, no valor de R$ 227,00. A segunda, já com a redução da tarifa, em um valor que soma pouco mais de R$ 117,00. Para o parlamentar, o resultado positivo no bolso do cidadão palmenese é resultado do trabalho dos vereadores. “Embora seja de iniciativa nossa, a lei foi aprovada por este parlamento”, ressaltou.

No entanto, Moisemar Marinho frisou que o projeto não foi aceito, nem votado por todos os vereadores. “Tivemos vereadores aqui, nesta tribuna, falando que não passava de um mero requerimento e se posicionaram contrários a esse Projeto de Lei. Mas, graças a Deus, com a persistência e com o trabalho sério que temos desempenhado, o projeto foi aprovado e a lei que reduz a tarifa de esgotamento sanitário já está em vigência”, finalizou.

Recentemente, Moisemar Marinho esteve no Procon cobrando a fiscalização do órgão para que a BRK cumpra com a legislação em vigor. Ele também registrou boletim de ocorrência junto à Polícia Civil.

Comentários do Facebook