Elizanya dos Santos Rodrigues, de 40 anos Foto: Divulgação

O Ministério Público do Tocantins pugnou, nesta sexta-feira, 26, à Justiça, pela conversão do flagrante de Wilton Rodrigues Rosa em prisão preventiva. Wilton é o principal suspeito do feminicídio da esposa Elizanya dos Santos Rodrigues, praticado com golpes de arma branca. O crime aconteceu na madrugada da última quarta-feira, na residência da vítima, em Araguaína.

No pedido, o promotor de Justiça Guilherme Cintra Deleuse destacou a gravidade do crime cometido, o modus operandi e a tentativa dissimulada do autor para escapar da culpa.

Entenda o caso

Elizanya dos Santos Rodrigues, de 40 anos,  morreu esfaqueada dentro da própria casa em Araguaína. O corpo foi localizado na manhã desta quarta-feira (24) por familiares, que acionaram a Polícia Militar. Já o ex-companheiro dela foi conduzido à Delegacia, por suspeitas de ter cometido o crime.

A ocorrência foi registrada na Rua 24, do Parque Bom Viver. Ao chegar no local, a PM encontrou o corpo da mulher, com perfurações de facas e já sem vida. O ex-companheiro dela, Wilton Rodrigues Rosa, de 55 anos, relatou que chegou bêbado por volta da meia noite em casa e já encontrou ela esfaqueada.

Comentários do Facebook