Profissionais do HDT de Araguaína recebem 1ª dose da vacina contra covid-19, ‘sou grata a Deus’, disse enfermeira  

Representando os trabalhadores que estão na linha de frente desde o início da pandemia, a Enfermeira Assistencial, Danúbia Fernandes de Sousa foi a primeira profissional a ser imunizada contra a Covid-19 no Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins, instituição filiada à Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), em Araguaína (TO), neste sábado (23). A ação, coordenada por uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde teve o intuito de imunizar 120 profissionais do hospital, seguindo critérios estabelecidos no Plano Municipal de Vacinação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na ocasião, a enfermeira que atua na área da saúde desde 2009 falou sobre a experiência de participar desse momento aguardado. “Me sinto otimista, aliviada com a chegada da vacina e feliz por fazer parte e representar a equipe Covid nesse momento histórico para todos, para saúde e a ciência. Foram dias difíceis de pandemia, precisamos de toda nossa coragem pra atender e acolher aos doentes. Hoje sou grata a Deus, porque até aqui o Senhor nos ajudou (1 Samuel, 7:12)”, disse.

O superintendente substituto do HDT-UFT, Antônio Oliveira fez questão de participar da solenidade simbólica. “Hoje é um dia especial porque a gente espera que com o inicio da vacinação possamos de fato controlar essa epidemia que tem prejudicado tanto a rotina do hospital e a vida das pessoas, assim, temos esperança que a vacinação será de fato um ponto de mudança no combate a essa pandemia”.

Oliveira destacou ainda que os demais profissionais serão vacinados em outras etapas de imunização, a depender de novas doses de vacinas fornecidas pela Prefeitura, conforme orientações do Plano Municipal. As listas com os nomes serão divulgadas por meio do e-mail institucional, e outros canais de comunicação interna, garantindo total transparência ao processo.

Sobre a Rede Ebserh

O HDT-UFT faz parte da Rede Ebserh desde fevereiro de 2015. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Comentários do Facebook