Presidente da ATM, Jairo Mariano
Presidente da ATM, Jairo Mariano

Considerada a iniciativa mais emblemática do Governo, por beneficiar diretamente os 139 municípios do Estado, o Programa Governo Municipalista, lançado nesta quinta-feira, 12, pelo governador do Tocantins, Mauro Carlesse, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, foi motivo de elogios por parte dos gestores municipais. A solenidade realizada no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas, contou ainda com a presença do presidente do Senado, Davi Alcolumbre; do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, senadores e deputados federais da bancada tocantinense no Congresso.

A iniciativa vai injetar na economia local mais de R$ 759 milhões. Os recursos são oriundos do Programa Pró-Transporte (infraestrutura urbana); parte do saldo para construção de unidades habitacionais; e de valores destinados à construção do Hospital Geral de Gurupi (HGG); além dos recursos que serão obtidos com a Caixa.

Para os gestores municipais, principalmente das pequenas cidades tocantinenses, esse programa representa a oportunidade de implantar a infraestrutura urbana, melhorar a qualidade de vida da comunidade, movimentar a economia e gerar emprego e renda. “Toda a região está aguardando esses benefícios. É um programa diferente de todos que já vimos e vai animar a população de todo o Estado. Nós, de Ananás, estamos há mais de quatro anos sem nada, mas a expectativa agora é que essas obras cheguem e movimentem a cidade”, comemorou o prefeito de Ananás, Valber Saraiva.

José Augusto, de Peixe, lembrou que, na condição de prefeito de uma cidade sem muita representatividade, um programa dessa magnitude certamente vai ajudar bastante, já que o município não tem capacidade de investimento. “Estamos muito felizes pelo comprometimento do Governo do Estado com a causa dos municípios. A partir do momento que temos uma quantidade tão grande de recursos, em que cerca de 40% são destinados aos 139 municípios, isso traz benefícios para a população de maneira direta e indireta”, explicou.

Os recursos também serão usados para a construção da nova ponte de Porto Nacional e a obra deverá ser concluída em aproximadamente dois anos e quatro meses. O prefeito Joaquim Maia disse que, além de beneficiar todos os municípios tocantinenses, esse programa é especial para Porto Nacional em virtude da possibilidade de construção da ponte sobre o Rio Tocantins na cidade. “Estamos na expectativa do início das obras de construção da ponte em nossa cidade. Então é algo estratégico para a região central do Estado, para a logística do Tocantins, portanto, estamos felizes em saber que já existe essa condição de recursos para a cidade e também para a ponte”, ressaltou Joaquim Maia.

A expectativa do Governo do Estado é que os investimentos do Programa passem a gerar mais de 20 mil novos postos de trabalho para a população, aquecendo a economia do Estado. “Esse empréstimo tem um volume de recursos muito grande e como as obras vão contemplar todos os municípios, certamente vai fazer com que a empregabilidade tenha uma reação e a renda per capita das pessoas aumente. A gente acredita que o benefício chegar na porta das pessoas que representamos é a forma mais valorosa do Governo do Estado valorizar de fato os municípios”, ressaltou Jairo Mariano, prefeito de Pedro Afonso e presidente da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), explicando ainda que o Estado conta com 124 municípios de pequeno porte que não são autossuficientes e que terão a partir de agora uma oportunidade de contar com a infraestrutura e gerar empregos e renda para as famílias durante a execução das obras.

Adriano Rabelo, de Colinas do Tocantins, classificou o Programa Governo Municipalista como de extrema importância porque vai atender as demandas de infraestrutura dos municípios e em sua cidade não é diferente. “Nós temos uma movimentação de veículos pesados muito grande em Colinas e a manutenção das ruas fica comprometida. Esse programa é de suma importância para o nosso município e demonstra a visão do nosso governador Mauro Carlesse com a infraestrutura do nosso Estado”, destacou.

Obras

O programa prevê obras de infraestrutura nos 139 municípios, além da construção do Hospital Geral de Gurupi; da pavimentação das rodovias ligando Gurupi ao Trevo da Praia (TO-365); da pavimentação da rodovia ligando Lagoa da Confusão à Barreira da Cruz (TO-225); da duplicação da rodovia ligando Araguaína a Novo Horizonte; da pavimentação da TO-243 ligando Araguaína ao povoado Mato Verde; da reforma do Ginásio Ercílio Bezerra, em Paraíso do Tocantins; e do Estádio Castanheirão, em Miracema; e ainda, a viabilização de obras como a construção de unidades habitacionais, e complementação de obras do programa Pró-Transporte.

Comentários do Facebook