PM usará ferramenta de denúncia, criada pelo Exército Brasileiro, no combate a crimes ambientais no Tocantins

Nesta quarta, 11, em Palmas, foi apresentado pelo capitão do Exército Brasileiro, Davi Barbosa, Comunicação Social do 22º Batalhão de Infantaria do Exército, o aplicativo “Guardiões da Amazônia” aos integrantes do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA). A ferramenta colaborará para que a Unidade, juntamente com os órgãos parceiros, possa planejar ações de combate ao desmatamento, queimada, garimpo, pistas de pouso irregulares e outras ocorrências na Amazônia Legal por meio do fornecimento de informações detalhadas sobre tais crimes ambientais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O aplicativo permitirá que a população possa realizar denúncias detalhadas (coordenadas, imagens e texto descritivo) sobre os ilícitos mais comuns e danosos ao meio ambiente praticados em sua região. As denúncias podem ser feitas de maneira anônima ou não.

Mediante o uso do aplicativo, o BPMA poderá agir com maior eficiência e eficácia na fiscalização das ações danosas ao meio ambiente em todo o Estado do Tocantins, autuando os responsáveis por tais práticas ilegais. Abaixo segue o link do aplicativo para ser baixado.

Comentários do Facebook