Black friday - Foto; Internet

Realizada todos os anos na última sexta-feira do mês de novembro, a Black Friday acontece no próximo dia 27. E para garantir que os consumidores não sejam vítimas de fraudes, o Procon Tocantins orienta como realizar as compras online de forma segura e sem dor de cabeça depois.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os avanços tecnológicos e a popularização da compra via internet facilitou adquirir aquele produto desejado, principalmente durante a Black Friday, com anúncios de preços mais baixos e ofertas consideradas vantajosas.

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) esse meio de compra se intensificou ainda mais em decorrência das recomendações  dadas pela Organização Mundial da Saúde, como ficar em casa, evitar aglomerações e manter o distanciamento social. “Se por um lado há facilidades como não precisar ir até lojas físicas e comprar ao conforto de casa, existem também aqueles que aproveitam a alta busca por produtos nessa temporada para saírem em vantagem”, ressalta o superintendente do Procon, Walter Viana.

Nos últimos oito meses, o órgão de Defesa do Consumidor já registrou 499 reclamações referentes a compras online. Ou seja, desde o início da pandemia. Ainda de acordo com Viana o Procon está atento as ofertas nas lojas físicas. “Para que o consumidor efetue uma compra segura na Black Friday deste ano, o Procon realizou ações como monitoramento de 1.300 produtos para evitar propaganda enganosa ou que o mesmo seja lesado”, afirma.

Fique de olho

O Procon Tocantins orienta que o consumidor fique atento  as dicas para evitar que seja vítima de fraudes e de propaganda enganosa. As informações são válidas paras as compras nas lojas físicas ou pela internet.

– Escolha lojas com tradição de vendas on-line ou fornecedores que sejam possíveis de contactar, por telefone ou e-mail, e que tirem todas as suas dúvidas antes da compra;

–  Pesquise sobre o fornecedor, buscando a opinião de clientes anteriores;

– Verifique as medidas de segurança de dados ofertadas pela loja virtual aos seus clientes;

– Exija nota fiscal, pois ela é seu comprovante de compra;

– Desconfie de preços excessivamente baixos;

– Prazo de entrega muito longo pode significar que o vendedor não dispõe do produto a pronta-entrega;

– Pesquise sobre todas as características do produto antes de fechar a compra para evitar desentendimentos;

-Não permita que o site armazene seus dados para compras futuras;

-Faça print ou tire fotos das ofertas anunciadas;

-Fique atento quando a oferta for muito vantajosa.

É direito seu

É importante frisar que de acordo com o art. 49 do Código de Defesa do Consumidor (CDC),  o cliente que  realizar suas compras pelas internet, catálogos e revistas  tem o direito do arrependimento. Ou seja, existe o prazo de sete dias para cancelar a compra e receber o dinheiro de volta. “Mas, é válido lembrar que os valores pagos com o frete são de responsabilidade do consumidor e o produto tem que ser devolvido em perfeito estado e com a embalagem ainda lacrada”, ressalta o superintendente.

Denuncie

Em caso de denúncias o consumidor deve entrar em contato por meio do Disque 151 ou utilizar o Whats Denúncia 99216-6840. Para formalizar a reclamação, o mesmo pode entrar no site www.procon.to.gov.br e clicar no banner “Faça sua Reclamação aqui”, preencher todos os campos e anexar os documentos solicitados.

Comentários do Facebook