Foi um árduo trabalho no combate à criminalidade e de proteção da sociedade, disse Wanderlei

As equipes de policiais empregados na Operação Hórus Divisa, que ficaram 15 dias em incursões na zona rural da região de Pequizeiro, foram recepcionadas com honra no pátio do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Palmas, nesta quinta-feira, 07. O comandante geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, o vice-governador, Wanderlei Barbosa, os deputados estaduais, Luana Ribeiro, Olyntho Neto e Cleyton Cardoso, secretários de estado, vereadores e outras autoridades civis e militares prestigiaram o retorno dos policiais.

Na ocasião, autoridades, familiares, amigos e colegas de trabalho estiverem presentes para recepcionar os nobres policiais. Luciana Pinheiro de Moraes Rodrigues e Nara Núbia Lima Castro, esposas de policiais militares que participaram da operação, estavam emocionadas e agradecidas pelo fim da operação.

Para Luciana, “não foram dias fácies, mas esperamos em Deus e hoje ganhamos nossa recompensa com a volta de nossos maridos”. Já Nara Núbia  disse que, “ junto ao sentimento de alegria também temos o de tristeza, pois infelizmente perdemos um policial, um marido, um pai, um amigo que saiu de sua casa, deixou seu lar para nos defender e não voltou mais, mas sabemos que ele honrou a instituição que ele tanto defendeu e isso é motivo de orgulho para nós”.

Num momento de fé, o padre Sérgio de Sousa Ramos discorreu sobre a gratidão a Deus pelo sucesso da operação, pelo retorno dos policiais e fez uma prece pelo sargento Américo Gama, morto em combate, “que pela misericórdia e bondade de Deus, ele repouse em paz e que o espírito santo conforte familiares e amigos”, orou o padre da Capelania Militar.

Em sua fala o comandante da PM, coronel Jaizon, disse que, “agradecemos a Deus que esses honrados homens estão de volta ao convívio e ao aconchego de seus lares, após exaustivos dias na mata, com alimentação escassa e fatores adversos. Mas, que em nenhum momento vi desânimo no semblante dos senhores. A parceria das forças de segurança estaduais e das de outros estados foi essencial para o êxito da missão. Estamos sempre combatendo o crime em todas as suas modalidades, no Tocantins bandido não se cria e muito menos cresce. E prova disso, foi à desarticulação dessa organização criminosa. Infelizmente, tivemos a morte do sargento Américo Gama, mas seus colegas trouxeram o conforto para sua família nesse momento tão doloroso”, disse emocionado.

O vice-governador Wanderlei Barbosa agradeceu o apoio de todas as forças de segurança envolvidas e o Ministério da Justiça, destacando que, “foi um árduo trabalho no combate à criminalidade e de proteção da sociedade, no qual tivemos a morte de um honrado pai de família em combate, mas também tivemos homens que lutaram até o fim, criando um pavilhão de defesa contra esses criminosos que vieram de outro estado. Vocês são um orgulho”.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.