A visita técnica ao Projeto Polo de Fruticultura Irrigada São João, no município de Porto Nacional, aconteceu no último sábado, 10. O gerente do  Banco Mundial, Satoshi Ogita, acompanhado do Subsecretário de Planejamento e Orçamento da Secretaria da Fazenda e do Planejamento (Sefaz) Sergislei Silva de Moura e do Secretário da Agricultura e Pecuária (Seagro) Thiago Dourado  acompanharam o estágio de execução das obras de revitalização do sistema de bombeamento de irrigação. Os recursos para a execução dos serviços fazem parte do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS) financiado pelo Banco Mundial.

“Estamos ampliando o prazo de execução do projeto com o Estado do Tocantins para 2022, porque algumas obras estavam em fase de execução, como as do projeto São João. Com maior prazo o Estado terá condições de finalizar os contratos e entregar as melhorias à população”, evidenciou Satoshi.

Entre as obras que já foram executadas estão a limpeza e manutenção dos prédios das estações e a retirada de vários conjuntos motobombas que estão sendo desmontados, revisados e posteriormente serão entregues ao projeto. O representante da empresa contratada para execução das obras, Antônio Lacerda informou que os equipamentos, serão testados e o relatório de funcionamento emitido com a comprovação de eficiência dos mesmos. “Os equipamentos, após entregues, terão ainda dentro da própria garantia contratual com a fábrica, o período de um ano de assistência para melhor atendermos os irrigantes” explicou.

De acordo com o subsecretário de Planejamento e Orçamento, o Governo do Estado está empenhado em fazer com que o projeto tenha condições técnicas para operar de forma plena. “Nosso objetivo é que o São João tenha ocupação total dos lotes de irrigação, ampliando a área produtiva e por consequência promovendo mais investimentos privados na região. O que irá favorecer a venda de insumos e materiais diversos, geração de emprego e melhoria da qualidade de vida da população que se beneficia direta e indiretamente com o setor produtivo”, destacou Sergislei.

Visita técnica

Após a inspeção às estações de bombeamento e pressurizadoras, o grupo também realizou visita ao produtor de abacaxi Marcelo Galati, e ao produtor de  banana e presidente do Distrito de Irrigação São, João Marcos Ribeiro Ferreira, que apresentaram suas propriedades e a tecnologia aplicada na otimização da sua produção. “Estamos satisfeitos com o apoio recebido, com a reforma dos equipamentos os lotes poderão operar com maior eficiência e a partir daí a Sefaz poderá realizar os procedimentos licitatórios para a venda dos lotes ainda disponíveis, o que irá facilitar a administração do perímetro pelo distrito”, enfatizou o João Marcos.

Também estão incluídas a reforma e a manutenção preventiva e corretiva dos conjuntos motobombas e do sistema elétrico e eletrônico de comando dos equipamentos e das estruturas físicas das estações. Além disso está prevista a aquisição de equipamentos e peças que proporcionarão o pleno funcionamento do empreendimento. Os serviços contemplam a estação de bombeamento principal e as estações pressurizadoras do projeto.

Outras fases

Ainda compõem etapas de investimento no Projeto de Fruticultura Irrigada São João os serviços de gestão integrada e a capacitação em comercialização aos irrigantes. O objetivo é capacitar o distrito de irrigação na operação e administração do perímetro irrigado e na utilização de ferramentas que desenvolvam a atividade de comercialização dos produtos o que irá gerar a ampliação das vendas e maior qualidade dos frutos que poderão ser ofertados a novos mercados consumidores.

Comentários do Facebook