Centenas de advogados e advogadas participaram de almoço da Chapa OAB Proativa neste sábado, 24, na sede do comitê, em Palmas, para confraternizar e reforçar as propostas da chapa. Durante o evento, Célio Henrique Magalhães Rocha, candidato a presidente da OAB-TO, reforçou a satisfação de ter conduzido uma campanha propositiva e limpa, ao contrário de seus adversários. “Infelizmente, o processo eleitoral acabou sendo permeado com baixaria. Infelizmente, a baixaria da política tradicional veio para dentro da eleição da OAB. Talvez porque os políticos tradicionais tenham seus próprios candidatos, escolheram seus candidatos e eles estão cometendo as mesmas práticas dentro do nosso processo. Mas nem isso, nem as agressões à minha família, à minha história absolutamente ilibada, nada disso deixará que eu perca o foco de sermos propositivos, de sermos corretos, de sermos leais”, afirmou.

Otimista, Célio também reforçou os compromissos que fez ao longo da campanha. “O que nós fazemos aqui é estabelecer propostas e firmar compromissos. É assim que ganharemos a eleição. Eu não tenho dúvida nenhuma que esse aqui é o melhor grupo e assim será reconhecido pela advocacia do estado do Tocantins, de norte a sul. Quarta-feira será um dia decisivo para saber se queremos continuar com uma OAB que seja protecionista do advogado, protecionista da advocacia, protecionista da sociedade, que defenda as nossas prerrogativas com profissionalismo, com qualidade. A advocacia do Tocantins não pode admitir recuos, a obscuridade da política tradicional não entrará na OAB, não permitiremos”, disse.

Para o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da OAB Proativa, Mário Martins, a reta final exige reflexão. “A transparência é a marca desse grupo. Estamos chegando no final de um processo eleitoral muito importante para a advocacia tocantinense, muito importante para a sociedade. Nós estamos aqui firmes no propósito para mostrar para vocês quem são cada um, quem é esse grupo que está disputando essa eleição, a transparência de cada um, a proposta que nós temos na CAATO e na OAB para fazer uma advocacia diferente e boa para a advocacia do Tocantins. Precisamos de vocês advogados e advogadas, que reflitam, que analisem, que conheçam as propostas e, mais do que isso, que analisem o interesse que move cada grupo que disputa essa eleição”, afirmou.

“Digo a vocês com muita tranquilidade e com o coração aberto que nós estamos dentro do processo eleitoral apoiando um candidato certo, o Célio. Eu acredito muito no Célio, um homem sério, imbuído em um projeto sério. E ninguém nos segura, com honestidade, com a verdade, com probidade, com a verdade, com a impessoalidade, a gente vai longe. Observem com era OAB podre de antes e a OAB honesta liderada pelo Walter, que botou em dia a casa com a ajuda do nosso amigo Célio”, também ponderou o vice-presidente da Chapa Proativa, Albery César de Oliveira.

Participação feminina

As mulheres advogadas, que representam 45% da chapa na OAB Proativa, também destacaram os avanços da gestão e as propostas da chapa Proativa. “Precisamos reforçar sempre: as mulheres estão nos lugares que querem graças as conquistas da gestão do Walter. Não existe nada para falar contra números, contra fatos. O que vier é mentira. Não adianta, quem está na dúvida, é jovem e não conhece a história da OAB, conheçam o que foi feito nos últimos três anos e como era antes, quando a mulher não tinha espaço. Quem fizer isso não vai ter dúvida no dia da eleição”, afirmou a secretária geral adjunta da chapa, Rita de Cássia Vattimo Rocha.

“Na eleição passada, nosso grupo não tinha experiência, mas tinha muito compromisso. Agora temos muita experiência e continuamos com muito compromisso. Queremos que a OAB continue com muita honestidade, transparência, onde tudo funciona e onde o advogado tem vez, onde as mulheres tem espaço de decisão, que nunca tiveram. Temos as melhores propostas, nossos candidatos não respondem processos, não há o que falar da gente”, completou a vice-presidente da CAATO na gestão Proativa, Lousiane Câmara Dreyer.

Dentre as propostas para ampliar a igualdade de gênero nos quadros administrativos e consultivos da OAB Tocantins estão ações que visem o empoderamento feminino por meio da criação de ouvidoria, cursos de capacitação, acompanhamento psicológico em casos específicos como assédio e violência doméstica, equiparação salarial e adequações dos espaços da Ordem para atender as advogadas mães que necessitarem trazer seus filhos para as atividades, além de um plano de previdência para as advogadas acometidas de enfermidades como o câncer.

Jovem advocacia

Maioria dentre os participantes do evento, a jovem advocacia também conquistou espaço na atual gestão da Ordem e já tem presença garantida na gestão Proativa. “Eu fico muito feliz em ver a jovem advocacia na linha de frente da batalha. Estou muito orgulhoso. Todos trabalharam muito, sou muito grato à confiança que os jovens trouxeram para dentro da OAB. Jovens participando de sessões do Conselho. Tem candidato que nem sabia que os jovens podiam participar das sessões, veja se conhece a OAB? Mas nossa juventude conhece e está preparada para representar nossa classe”, afirmou o atual presidente da Comissão de Apoio ao Advogado em Início de Carreira do Tocantins, Otávio de Oliveira Fraz, candidato ao Conselho Seccional da OAB-TO.

Dentre as principais propostas da chapa para os jovens advogados estão a realização de convênios com instituições bancárias para a oferta de linhas de crédito para auxiliar o jovem advogado a equipar seu escritório com baixos custos; a discussão e criação de um mecanismo de fiscalização do cumprimento do piso ético salarial; a luta pela penalização da oferta de honorários aviltantes; e, principalmente, avançar na estruturação de escritórios compartilhados dignos nas subseções.

Comentários do Facebook