A Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. publicou no dia 08 de outubro edital de licitação para concessão de uso de área destinada à construção de terminal localizada no Pátio Intermodal de Guaraí, no norte do Tocantins. O pátio, uma concessão da Valec situada nas imediações da Ferrovia Norte-Sul (FNS), linha férrea construída pela estatal, possui dimensão total de 82,3 m² e fica às margens da BR-235.

Compete à Valec construir, operar e explorar sistemas acessórios de armazenagem, transferência, manuseio de produtos e bens a serem transportados nas ferrovias que lhe são outorgadas. A FNS, hoje subconcedida à VLI (tramo norte) e à Rumo (tramo central e extensão sul), possui 14 áreas de pátio, com um total de 1.700 ha disponíveis. Atualmente, grandes empresas nacionais e estrangeiras que utilizam a ferrovia para escoar suas cargas têm terminais instalados em áreas da Valec. É o caso da Cargill, VLI, Petronac, BR Distribuidora, Odfjell Terminals, Raízen, entre outras.

De acordo com o superintendente de Negócios da Valec, Diógenes Alvares, desde 2020, quando foi estruturada a área de negócios da estatal e o programa Terminais Inteligentes, a empresa estabeleceu como ação prioritária a modelagem de concessão desses ativos de infraestrutura. Desde então, promoveu a inauguração do terminal da Petronac em Porto Nacional/TO, a concessão de dois terminais em Porto Franco/MA e, hoje, trabalha na estruturação de outros projetos em pátios, como é o caso de Santa Helena/GO.  “A diretriz do Ministério da Infraestrutura para a empresa é clara: aumentar a participação do modo ferroviário na matriz de transportes nacional. Nesse sentido, nossa expectativa é que o terminal de Guaraí incremente em torno de 15% o que é atualmente movimentado na FNS tramo norte. Isso mostra a relevância desse projeto para o setor ferroviário”, declarou Alvares.

Comentários do Facebook