Araguatins

Um crime macabro ocorrido na cidade de Araguatins no último dia 3 de outubro foi solucionado pela Polícia Civil do Tocantins nesta quinta-feira, dia, 8. A elucidação aconteceu após a prisão, em Imperatriz no Maranhão, de um homem de 29 anos, que é o principal suspeito de cometer o crime juntamente com um comparsa.

De acordo com o delegado-chefe da 16ª Delegacia de Polícia Civil de São Miguel do Tocantins, Antônio Bandeira Júnior, logo após o crime, as equipes da Delegacia de Araguatins, onde ocorreram os fatos, deram início às investigações na tentativa de elucidar o caso e descobrir a motivação para o latrocínio que ceifou a vida de um homem de 71 anos de idade.

“Obtivemos informações de que um dos carros da vítima havia sido vendido para um terceiro indivíduo na cidade de São Miguel e, desta forma, os policiais civis foram até o local e localizaram o veículo, confirmando o apurado durante as diligências”. Com o aprofundamento das investigações, as equipes da 16ª DP descobriram que um dos autores do crime poderia estar escondido na cidade de Imperatriz, no Maranhão.

Assim, os policiais civis foram até o estado vizinho e, após localizar o paradeiro do indivíduo, fizeram a abordagem. “Em um primeiro momento, o homem se apresentou com outro nome na tentativa de enganar os policiais, mas em pouco tempo, ele acabou confessando a autoria do latrocínio em Araguatins e admitindo que, na verdade, estava usando a identidade com a foto de seu irmão”, disse o delegado Bandeira Júnior.

Foragido de Goiás

Desta maneira, o homem foi preso em flagrante pela prática do crime de uso de documento público falso. Na oportunidade, os policiais também descobriram que havia um mandado de prisão em aberto contra ele, oriundo da Justiça do Estado de Goiás, pela prática do crime de roubo com restrição de liberdade. Assim, após a realização das providências legais cabíveis, o indivíduo, de 29 anos foi recolhido a Unidade Prisional de Imperatriz, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário de Goiás e também do Estado do Tocantins.

Latrocínio em Araguatins

Conforme as investigações da Polícia Civil, na madrugada do último dia 3 de outubro, o suspeito preso, juntamente com um comparsa, atraiu a vítima, de 71 anos, para uma emboscada na cidade de Araguatins. “Os dois autores simularam a compra de veículos que pertenciam a vítima tendo em vista que o segundo autor, que ainda está solto, já tinha feito negócio com o idoso e que este lhe devia dinheiro”, relata o Delegado.

Ocorre que no local do encontro quando fechavam negócio, os dois autores acabaram roubando os carros da vítima, bem como a quantia de R$ 5 mil que o idoso portava na hora do crime. “Em depoimento, o homem preso admitiu que, de fato, participou do latrocínio, mas que teria sido seu comparsa quem desferiu os golpes com uma mão de pilão que tiraram a vida da vítima”, ressaltou o delegado.

Após matar o idoso, os autores fugiram com um dos carros, o qual foi vendido na cidade de São Miguel pela quantia de R$ 500. Ainda de acordo com o delegado Bandeira Júnior, a investigação ainda não está concluída. Ela vai prosseguir para identificar e localizar o paradeiro do segundo envolvido no crime.

Comentários do Facebook