“Iniciativa importante para entidades beneficentes atendidas, o Leilão Pecuária Solidária tem uma característica valorosa pela ajuda a diversas e diferentes instituições, e que com essa diversificação atende vários segmentos  carentes da nossa sociedade com os recursos obtidos no evento”. A opinião é do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Mauro Carlesse, e foi manifestada durante encontro com o idealizador e realizador do projeto, o leiloeiro Eduardo Gomes. “O leilão tem despertado no setor do agronegócio interesse por ações sociais pela  sua abrangência. Colabora com várias entidades que realizam atendimentos variados. Isso une os produtores e empresários do agronegócio e de outros setores. Daí a sua importância”, disse o deputado.

Para Carlesse, a iniciativa se transformou em papel relevante de responsabilidade social envolvendo produtores rurais, empresas e empresários do agronegócio  e de outras atividades econômicas e de serviços no Tocantins. “As entidades precisam disso. E é um papel muito louvável, que orgulha  o Tocantins”, disse Carlesse, que é agropecuarista e desde 2009, na primeira edição, colabora com o projeto. “É uma causa que todos devem apoiar. Essa junção de esforços em benefício das pessoas é algo extraordinário. Conheço o leiloeiro Eduardo [Gomes] há muito tempo. Sua iniciativa é a consolidação do sentimento de dedicação ao próximo”, complementou.

Acompanhado de Edson Romeu Ribeiro, coordenador de captações do projeto, Eduardo Gomes informou ao presidente da Assembleia as conquistas obtidas pelo leilão desde 2009. O projeto já arrecadou e distribuiu a entidades assistenciais o montante de R$ 1,7 milhão em quatro edições no Tocantins e uma especial em São Paulo. “[Mauro] Carlesse em 2009, em Gurupi, na primeira edição, colaborou com o projeto como produtor rural, como muitos outros, e não atuava na política partidária. Ele sempre esteve conosco”, declarou.

O leiloeiro, que tem realizado visitas institucionais a representantes de poderes constituídos  do Estado, fez convite a Carlesse para prestigiar a edição deste ano, que será realizada no próximo dia 12, em Gurupi.

AS DOAÇÕES

Colaboradores e parceiros da iniciativa que une a cadeia produtiva do agronegócio já começam a se mobilizar por doações e contribuições diversas. O Rotary Club, a Associação Comercial, Lojas Maçônicas e o Sindicato Rural da cidade são parceiros do evento. O leilão terá transmissão ao vivo pelo Agro Canal,  do SBA ( Sistema Brasileiro do Agronegócio).

 

Comentários do Facebook