Na tarde de segunda-feira, 27, a Bancada Empresarial da Câmara Municipal de Palmas, reuniu-se com representantes da BRK Ambiental, da Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR) e da Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos de Palmas (ARP).

O vereador Nego (PDT), que é membro da bancada, ressaltou a importância da empresa rever sobre as tarifas mínimas de água e esgoto, cobrada das empresas, que atualmente é de um valor fixo. “Precisamos levar em consideração que independentemente do porte da empresa, não é necessário cobrar um valor fixo, deveria ser cobrado tanto quanto fosse gasto de fato, pois a política atual de cobrança dificulta o desenvolvimento destes comércios, tendo em vista que muitos não utilizam a quantidade cobrada”, explicou.

Além disso, o parlamentar defende que é necessário praticar ações que incentivem tanto a abertura de novas empresas, quanto a permanência das que já estão instaladas em Palmas, para promover o aquecimento da economia e a geração de emprego e renda para os cidadãos palmenses.

Comentários do Facebook