Moradores do interior vão até a agência do INSS em Palmas em busca de atendimento / Foto: Aurora Fernandes/TV Anhanguera

Moradores de municípios do interior percorreram quilômetros em busca de atendimento na agência do INSS em Palmas, nesta segunda-feira (14), mas se depararam com o prédio fechado. Isso porque no Tocantins, nenhuma das 13 agências retomou o atendimento presencial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em todo o país, várias agências anunciaram a volta das atividades presenciais nesta segunda. A retomada havia sido informada pelo Governo Federal para as unidades que já estavam preparadas e poderiam oferecer os serviços adotando as medidas de segurança contra a Covid-19.

No entanto, médicos peritos decidiram não retomar as atividades presenciais. Por isso, o INSS decidiu suspender as perícias agendadas até que sejam realizadas inspeções que comprovem a adequação dos consultórios nas agências.

No Tocantins, o INSS já havia informado que não reabriria as agências, já que os materiais de proteção ainda estão em fase de implantação. O retorno só deve ocorrer quando tudo estiver 100% preparado.

Mesmo assim, moradores de cidades como Monte do Carmo e Brejinho de Nazaré viajaram com a esperança de serem atendidos. Alguns palmenses também compareceram ao prédio.

O assistente administrativo Paulo Ricardo Rodrigues, morador de Brejinho de Nazaré, a 95 km de Palmas, está há 40 dias sem trabalhar. Ele sofreu um acidente de moto.

Ele conta que havia uma perícia marcada para esta segunda-feira e que não foi avisado de que a agência não retomaria as atividades presenciais. Sem a perícia, ele não recebe o benefício. O problema é que o tocantinense precisa comprar os remédios e pagar as contas.

O INSS informou que foi feito um trabalho de remarcação junto aos segurados que tinham perícia agendada, os quais foram informados de que as agências não retomariam os atendimentos. Além disso, houve um trabalho de divulgação na mídia para informar a população que as agências do Tocantins só reabrirão quando estiverem 100% aptas a receber o público, segundo o órgão.

Não foi divulgado um prazo para a reabertura no Tocantins. Por enquanto, os serviços pelos canais remotos, como o aplicativo ‘Meu INSS’ para Smartphones, a Central Telefônica 135 e os telefones das agências onde os beneficiários podem tirar dúvidas.

O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março como medida de enfrentamento da epidemia do coronavírus. O governo já adiou por diversas vezes a reabertura gradual das agências no Brasil diversas vezes.

A data estava prevista inicialmente para 13 de julho, e uma primeira prorrogação determinava a retomada gradual do atendimento presencial a partir de 3 de agosto. Depois, o governo passou para 24 de agosto e agora para o dia 14 de setembro. (G1)

Comentários do Facebook