Foto: PRF
Foto: PRF

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) interditaram nesta madrugada, um trecho da rodovia federal que liga Fortaleza do Tabocão a Pedro Afonso.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes protestaram contra a reintegração de posse prevista para esta terça-feira,19.

A manifestação começou por volta das 3h da madrugada desta terça-feira e terminou às 8h. Segundo a PRF,  foi usado combustível para que o fogo se alastrasse no meio de pneus, pedaços de árvores e entulhos.

O ato foi realizado por grupos de famílias do acampamento Olga Benário. O trecho que foi bloqueado fica no km 194 da BR-235 até a BR-153, perto de Pedro Afonso. Segundo a PRF, o MST também colocou fogo nas áreas rurais às margens da rodovia federal.

A PRF e a Polícia Militar estiveram no local para preservar a segurança de quem trafegava pela rodovia, já que o fogo se alastrou pela região.

Cerca de 500 famílias vivem no acampamento, no município de Fortaleza do Tabocão. Eles ocuparam em abril deste ano a fazenda Santa Bárbara, de propriedade da União, mas a Justiça Federal determinou a reintegração de posse. As famílias alegam que não têm para onde ir e querem que a terra seja destinada para a reforma agrária e que seja criado um projeto de assentamento para contemplar as famílias. (Com informações do G1)

Comentários do Facebook