Após cinco dias de operação da Polícia Militar, com patrulhamento terrestre e aéreo realizado pelas equipes ordinárias e especializadas da PM, em busca do autor dos crimes de roubo de veículo e sequestro em Miracema e Palmas, sem sucesso na fuga, o criminoso se entregou à polícia no início da noite desta terça-feira,25.

Mais de 70 policiais militares do Batalhão de Choque da PM (BPCHOQUE), Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) 6º Companhia Independente da PM e 6º Batalhão foram mobilizados nas diligências ao criminoso que sequestrou duas mulheres em Miracema do Tocantins com o uso de uma arma de fogo no último dia 19 e ainda invadiu uma propriedade rural, roubou um veículo e manteve como reféns, uma mulher e uma criança, desde segunda-feira, 24, em Palmas.

As duas vítimas do crime em Miracema do Tocantins conseguiram fugir do sequestrador e se refugiar em um estabelecimento da cidade. Após colher as características do autor e filtrar os detalhes da ação criminosa, os policiais conseguiram identificar o suspeito e iniciaram as buscas ao suspeito.

Em Palmas, o criminoso invadiu uma chácara localizada na rodovia TO-010 e fez o casal de chacareiros de reféns junto com uma criança. O chacareiro conseguiu escapar e o homem fugiu do local, levando as outras pessoas em um veículo. De posse das informações e características do indivíduo repassadas pelo chacareiro, as equipes da PM então fecharam o cerco e realizaram bloqueio na rodovia. A operação contou ainda com o apoio do helicóptero do Ciopaer para realizar a varredura aérea da área.

Sem sucesso na fuga, devido às intensas ações de cerco e bloqueio realizado pela Polícia Militar, o criminoso fez contato com familiares e com apoio de um pastor amigo da família, se entregou à polícia no início da noite desta terça-feira, 25, onde irá responder pelos crimes anteriormente praticados e o mandado de prisão será executado.

O autor, masculino (31), já responde pelos crimes de roubo e sequestro no Estado do Pará além de possuir um mandado de prisão em aberto por estupro no Tocantins. Fatos que demonstram a periculosidade do indivíduo. As vítimas do sequestro ocorrido nesta segunda-feira, foram localizadas e apresentadas na delegacia para os esclarecimentos necessários.

Comentários do Facebook